Brava Gente Brasileira

Genealogia no Brasil   |   bravagentebrasileira.genea@gmail.com

Mapa do Site: navegação

Foto da família em toalhas!

Tenha um jogo de toalhas totalmente personalizado com a foto da sua família!   Você pode mandar imprimir  uma foto da família recente e/ou de seus ancestrais. Pode ter uma toalha com a foto de cada um de casa. O que você quiser!  Enxugarte

12 razões para genealogizar

  1. Validar  histórias de família — determinar se as histórias de família sobre os seus ancestrais são verdadeiras.
  2. Compreender um fato da História  — obter melhor compreensão do envolvimento de um ancestral em um fato histórico.
  3. Explorar a contribuição das famílias à construção do País — pesquisar a resiliência das famílias que sobreviveram às vicissitudes de guerra, imigração, pobreza ou escravidão; estudar o sucesso na integração além das fronteiras raciais ou nacionais; investigar conquistas empreendedoras: comerciais, agrícolas, educacionais, industriais etc.
                                                    Leia mais 

Aviso Importante

Os editores deste website não fazem pesquisa genealógica para terceiros. Mas têm muito prazer em compartilhar o que aprenderam ao longo de suas pesquisas dentro e fora da Internet. Daí a razão deste site!



Voltar a Home Page

O que é Genealogia?

Genealogia é o ramo da História que se dedica ao estudo das famílias, à sua origem, dinâmica e evolução, descrevendo a sucessão de gerações, em sentido ascendente ou descendente. Sempre que possível, o estudo traça os dados vitais e  as biografias dos seus membros. Portanto, Genealogia estuda a história das famílias.

Embora seja ciência auxiliar da História,  sua importância reside na descrição de indivíduos, independentemente de suas relevâncias.  Isso porque todos esses indivíduos construíram suas vidas inseridos na sociedade a que pertenciam e vivenciando a mentalidade de suas épocas.   


O que não é Genealogia............

Genealogia, enquanto estudo social,  não é investigação genética, não é ensaio de proselitismo religioso, não é descrição de mitos e não é foco
de arbitragem moral. É História das Famílias... 

Saiba mais 

Álbum de Família

Compartilhe e Interaja

     

Site premiado


Oportunidade


 *   *   *   




Dicas de Ocasião

Salmo 119  
Homenageando pessoas falecidas

Como forma de homenagear pessoas falecidas, costuma-se rezar o  Salmo 119, recitando os versículos cujas letras iniciais pertençam ao nome hebraico do falecido.   Este Salmo é usado costumeiramente para este fim, porque consiste  de 22 estrofes de oito versículos, seguindo a ordem do Álef-Bêt  
[o alfabeto hebraico].  Todos  os versículos de cada estrofe começam com a mesma letra hebraica e
elas estão dispostas em ordem alfabética.  
Se, por exemplo, o nome de uma pessoa falecida  for  יעקב  (Iaacóv), os oito versículos (73-80) que  começam com a letra  (Iod) são os que devem ser ditos primeiro, depois os versículos que começam com as letras  (Áyin),  (Cúf) e (Bêt). Alguns continuam com o mesmo padrão, pronunciando
 (Ben/Bat) – filho/filha – e o nome do pai do falecido (os Sefaraditas usam o nome da mãe).



 Tua palavra é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o  meu caminho.

 
Tehlim 119 
Salmo 119

ALEF

1 Ashrê temimê dárech, haholechim betorat Adonai. 
2 Ashrê notserê edotav, bechol lev yidreshúhu.
3 Af lo faalu avla, bidrachav haláchu.
4 Ata tsivíta ficudêcha, lishmor meod.
5 Achalai, yicônu derachai lishmor chukêcha.
6 Az lo evosh, behabiti el col mitsvotêcha.
7 Odechá beiósher levav, belomdi mishpetê tsidkêcha.
8 Et chukêcha eshmor, al taazvêni ad meod.



BET 


9 Bame iezake náar et orcho, lishmor kidvarêcha. 10 Bechol libi derashtícha, al tashguêni mimitsvotêcha.
11 Belibi tsafánti imratêcha, lemáan lo echeta lach.
12 Baruch ata Adonai, lamedêni chukêcha.
13 Bisfatai sipárti, col mishpetê fícha.
14 Bedérech edevotêcha sasti, keal col hon.
15 Beficudêcha assícha, veabíta orechotêcha.
16 Bechucotêcha eshtaasha, lo eshcach devarêcha.



GUÍMEL

17 Guemol al avdechá, echie veeshmerá devarêcha.
18 Gal enai veabíta, niflaót mitoratêcha.
19 Guer anochi vaárets, al taster mimêni mitsvotêcha.
20 Garessa nafshi letaavá, el mishpatêcha vechol et.
21 Gaárta zedim arurim, hashoguim mimitsvotêcha.
22 Gal mealai cherpa vavuz, ki edotêcha natsárti.
23 Gam iashevu sarim bi nidbáru, avdechá iassíach bechukêcha.
24 Gam edotêcha shaashuái, anshê atsati.





DALET

25 Davecá leafar nafshi, chaiêni kidvarêcha.
26 Derachai siparti vataanêni, lamedeni chukêcha.
27 Dérech picudêcha havinêni, veassícha benifleotêcha.
28 Dalefa nafshi mituga, caiemêni kidvarêcha.
29 Dérech shéker hasser mimêni, vetoratechá chonêni.
30 Dérech emuná vachárti, mishpatêcha shivíti.
31 Davácti veedevotêcha, Adonai al tevishêni.
32 Dérech mitsvotêcha aruts, ki tarchiv libi.


HE 

33 Horêni Adonai dérech chukêcha, veetsarêna ékev.
34 Havinêni veetserá toratêcha, veeshmerêna vechol lev.
35 Hadrichêni bintiv mitsvotêcha, ki vo chafats’ti. 36 Hat libi el edevotêcha, veal el bátsa.
37 Haaver enai mereot shav, bidrachêcha chaiêni.
38 Hakem leavdechá imratêcha, asher leyir’atêcha.
39 Haaver cherpati asher iagôrti, ki mishpatêcha tovim.
40 Hine taávti leficudêcha, betsidcatechá chaiêni.


VAV
41 Vivoúni chassadêcha Adonai, teshuatechá keimratêcha.
42 Veene chorefi davar, ki vatáchti bidvarêcha.
43 Veal tatsel mipi devar emét ad meod, ki lemishpatêcha yichálti.
44 Veeshmera toratechá tamid leolam vaed.
45 Veet’halechá varechava, ki ficudêcha daráshti.
46 Vaadaberá veedotêcha négued melachim, velo evosh.
47 Veeshtaasha bemitsvotêcha asher ahávti.
48 Veessá chapai el mitsvotêcha asher ahávti, veassícha vechukêcha.


ZÁYIN

49 Zechor davar leavdêcha, al asher yichaltáni.
50 Zot nechamati veonyi, ki imratechá chiyátni.
51 Zedim helitsúni ad meod, mitoratechá lo natíti.
52 Zachárti mishpatêcha meolam Adonai vaetnecham.
53 Zal’afa achazátni mereshaim, ozevê toratêcha.
54 Zemirót haiu li chukêcha bevet megurai.
55 Zachárti valaila shimchá Adonai, vaeshmerá toratêcha.
56 Zot haita li, ki ficudêcha natsárti.


CHET

57 Chelki Adonai, amárti lishmor devarêcha.
58 Chilíti fanêcha vechol lev, chonêni keimratêcha.
59 Chishavti derachai, vaashíva raglai el edotêcha. 60 Chashti velo hitmamáti, lishmor mitsvotêcha. 61 Chevlê reshaim ivedúni, toratechá lo shacháchti.
62 Chatsot láila acum lehodot lach, al mishpetê tsidkêcha.
63 Chaver ani lechol asher iereúcha, ulshomerê picudêcha.
64 Chasdechá Adonai maleá haárets chukêcha lamedeni.


TET

65 Tov assíta im avdechá, Adonai kidvarêcha.
66 Tuv táam vadáat lamedêni, ki vemitsvotêcha heemánti.
67 Térem eene ani shogueg, veata imratechá shamárti.
68 Tov ata umetiv, lamedêni chukêcha.
69 Tafelu alai shéker zedim, ani bechol lev etsor picudêcha.
70 Tafash cachélev libam, ani toratechá shiasháti. 71 Tov li chi uneti, lemáan elmad chukêcha.
72 Tov li torat pícha, mealfê zahav vachássef.


IOD 


73 Iadêcha assúni vaichonenúni, havinêni veelmeda mitsvotêcha.
74 Iereêcha yir’uni veyismáchu, ki lidvarechá yichálti.
75 Iadáti Adonai ki tsédec mishpatêcha, veemuna initáni.
76 Iehi na chasdechá lenachamêni, keimratechá leavdêcha.
77 Ievoúni rachamêcha veechie, ki toratechá shaashuái.
78 Ievôshu zedim ki shéker ivetúni, ani assíach beficudêcha.
79 Iashúvu li iereêcha, veiodeê edotêcha.
80 Iehi libi tamim bechukêcha, lemáan lo evosh.

      

CAF 


81 Caleta liteshuatechá nafshi, lidvarechá yichálti. 82 Calu enai leimratêcha, lemor matai tenachamêni.
83 Ki hayíti kenod bekitor, chukêcha lo shacháchti.
84 Cama iemê avdêcha, matai taasse verodefai mishpat.
85 Cáru li zedim shichot, asher lo chetoratêcha.
86 Col mitsvotêcha emuna, shéker redafúni ozrêni.
87 Kim’at kilúni vaárets, vaani lo azávti ficudêcha. 88 Kechasdechá chaiêni, veeshmerá edut pícha.


LÁMED

89 Leolam Adonai, devarechá nitsav bashamáyim. 90 Ledor vador emunatêcha, conánta érets vataamod.
91 Lemishpatêcha amedu haiom, ki hacol avadêcha.
92 Lulê toratechá shaashuái, az avádeti veonyi.
93 Leolam lo eshcach picudêcha, ki vam chiyitáni. 94 Lechá ani hoshiêni, ki ficudêcha daráshti.
95 Li kivu reshaim leabedêni, edotêcha etbonan. 96 Lechol tichlá raíti kets, rechava mitsvatechá meod.


MEM 


97 Ma ahávti toratêcha, col haiom hi sichati.
98 Meoievai techakemêni mitsvotêcha, ki leolam hi li.
99 Micol melamedai hiscálti, ki edevotêcha
sícha li.
100 Mizekenim etbonan, ki ficudêcha natsárti.
101 Micol ôrach ra calíti raglai, lemáan eshmor devarêcha.
102 Mimishpatêcha lo sárti, ki ata horetáni.
103 Ma nimletsu lechiki imratêcha, midevash lefi. 104 Mipicudêcha etbonan, al ken sanêti col
ôrach sháker.



NUN

105 Ner leragli devarêcha, veor lintivati.
106 Nishbáti vaacaiêma, lishmor mishpetê tsidkêcha.
107 Naanêti ad meod, Adonai chaiêni chidvarêcha. 108 Nidvót pi retse na Adonai, umishpatêcha lamedêni.
109 Nafshi vechapi tamid, vetoratechá lo shacháchti.
110 Natenú reshaim pach li, umipicudêcha lo taíti. 111 Nachálti edevotêcha leolam, ki sesson libi hêma.
112 Natíti libi laassot chukêcha leolam ékev.



SÁMECH

113 Seafim sanêti, vetoratechá ahávti.
114 Sitri umaguini áta, lidvarechá yichálti.
115 Súru mimêni mereím, veetserá mitsvót Elohai. 116 Samchêni cheimratechá veechie, veal tevishêni missivri.
117 Seadêni veivashêa, veesh’á vechukêcha tamid. 118 Salíta col shoguim mechukêcha, ki shéker tarmitam.
119 Siguim hishbáta chol rish’ê árets, lachen ahávti edotêcha.
120 Samar mipachdechá vessari, umimishpatêcha iarêti.



ÁYIN

121 Assíti mishpat vatsédec, bal tanichêni leoshecai.
122 Arov avdechá letov, al iasshcúni zedim.
123 Enai calu lishuatêcha, uleimrat tsidkêcha.
124 Asse im avdechá chechasdêcha, vechukêcha lamedêni.
125 Avdechá ani havinêni, veedeá edotêcha.
126 Et laassót ladonai, hefêru toratêcha.
127 Al ken ahávti mitsvotêcha, mizahav umipaz. 128 Al ken col picudê chol yishárti, col ôrach shéker sanêti.


PE

129 Pelaot edevotêcha, al ken netsaratam nafshi. 130 Petach devarêcha iair, mevin petayim.
131 Pi faárti vaesh’áfa, ki lemitsvotêcha iaávti.
132 Pene elai vechonêni, kemishpat leohavê shemêcha.
133 Peamai hachen beimratêcha, veal tashlet bi chol áven.
134 Pedêni meóshec adam, veeshmera picudêcha. 135 Panêcha haer beavdêcha, velamedêni et chukêcha.
136 Palguê máyim iaredu enai, al lo shameru torarêcha.


TSÁDIC

137 Tsadic ata Adonai, veiashar mishpatêcha.
138 Tsivíta tsédec edotêcha, veemuna meod.
139 Tsimetátni kin’ati, ki shachechú devarêcha tsarai.
140 Tserufá imratechá meod, veavdechá ahevá. 141 Tsair anochi venivze, picudêcha lo shacháchti. 142 Tsidcatechá tsédec leolam, vetoratechá emet. 143 Tsar umatsoc metsaúni, mitsvotêcha shaashuái.
144 Tsédec edevotêcha leolam, havinêni veechie.



CUF

145 Caráti vechol lev, anêni Adonai, chukêcha etsôra.
146 Keratícha hoshiêni, veeshmera edotêcha.
147 Kidámti vanéshef vaashavêa, lidvarechá yichálti.
148 Kidemu enai ashmurót, lassíach beimratêcha. 149 Coli shim’á chechasdêcha, Adonai kemishpatêcha chaiêni.
150 Carevu rodefê zimá, mitoratechá rachacu.
151 Carov ata Adonai, vechol mitsvotêcha emet. 152 Kédem iadáti meedotêcha, ki leolam iessadetam.



RESH

153 Ree onyi vechaletsêni, ki torarechá lo shacháchti.
154 Riva rivi uguealêni, leimratechá chaiêni.
155 Rachoc mereshaim ieshuá, ki chukêcha lo daráshu.
156 Rachamêcha rabim Adonai, kemishpatêcha chaiêni.
157 Rabim rodefai vetsarai, meedevotêcha lo natíti.
158 Raíti voguedim vaetcotáta, asher imratechá lo shamáru.
159 Ree ki ficudêcha ahávti, Adonai kechasdechá chaiêni.
160 Rosh devarechá emet, uleolam col mishpat tsidkêcha.


SHIN


161 Sarim redafúni chinam, umidevarechá fachad libi.
162 Sas anochi al imratêcha, kemotse shalal rav. 163 Shéker sanêti vaataêva, toratechá ahávti.
164 Shéva baiom hilaltícha, al mishpetê tsidkêcha. 165 Shalom rav leohavê toratêcha, veen lamo mich’shol.
166 Sibárti lishuatechá Adonai, umitsvotêcha assíti.
167 Shamerá nafshi edotêcha, vaohavem meod. 168 Shamárti ficudêcha veedotêcha, ki chol derachai negdêcha.


TAF


169 Ticrav rinati lefanêcha Adonai, kidvarechá havinêni.
170 Tavo techinati lefanêcha, keimratechá hatsilêni.
171 Tabána sefatai tehilá, ki telamedêni chukêcha. 172 Táan leshoni imratêcha, ki chol mitsvotêcha tsédec.
173 Tehi iadechá leozrêni, ki ficudêcha vachárti. 174 Taávti lishuatechá Adonai, vetoratechá shaashuái.
175 Techi nafshi utehalelêca, umishpatêcha iazerúni.
176 Taíti kesse oved bakesh avdêcha, ki mitsvotêcha lo shacháchti.


ALEF

1 Bem-aventurados aqueles cujos caminhos são íntegros e que andam nas trilhas da lei do Eterno.
2 Bem-aventurados são aqueles que guardam Suas leis e O buscam com todo coração.
3 Não cometem iniqüidades nem se afastam de Suas veredas.
4 Ordenaste que seguíssemos diligentemente Teus preceitos.
5 Oxalá seja firme a direção de meu caminho para guardar sempre os Teus estatutos,
6 pois assim não me sentirei envergonhado ao ponderar sobre todos os Teus mandamentos.
7 Agradecer-Te-ei com um coração sincero ao aprender Teus juízos totalmente justos.
8 Observarei sempre os Teus decretos e por isto jamais me desampares.



BET 

9 Como poderá um jovem manter integridade em seu caminho? Atendo-se ao cumprimento de Tua palavra.
10 A Ti busquei com todo empenho de meu coração; não permitas que me deixe desviar de Teus mandamentos.
11 Conservo Tua palavra no fundo de meu coração, para  que não venha a pecar contra Ti.
12 Bendito sejas Tu, ó Eterno, que me
ensinas Teus preceitos.
13 Meus lábios enumeram todas as leis que
proclamaste.
14 Regozijo-me tanto seguindo Teus estatutos quanto se  houvesse encontrado uma riqueza imensa.
15 Meditarei sempre sobre Teus preceitos, para seguir Teus caminhos.
16 Em Teus estatutos me  deliciarei e não negligenciarei nenhuma de Tuas palavras.



GUÍMEL

17 Sê Misericordioso com Teu servo, para que eu viva e observe Tua palavra.
18 Desvenda meus olhos para que eu possa perceber as maravilhas de Tua lei.
19 Sou apenas um peregrino sobre a terra; não me ocultes Teus mandamentos.
20 Consome-se minha alma em ansiar todo o tempo por Teus preceitos.
21 Repreendeste os malditos pecadores que, conscientemente, se esquivam de Teus mandamentos.
22 Livra-me de opróbrio e desprezo, pois Teus princípios sempre guardei.
23 Ainda que príncipes se unam para falar contra mim, Teu servo continua a estudar Tuas leis.
24 Pois elas constituem meu prazer, e são minhas conselheiras as Tuas prescrições.



DALET 

25 Prostrada ao pó está minha alma; revive-a segundo Tua palavra.
26 Eu Te expus meus caminhos e me respondeste; ensina-me agora Tuas leis.
27 Faz-me compreender como seguir Teus preceitos, para que eu possa meditar sobre Tuas maravilhas.
28 De tristeza se derrete em lágrimas minha alma; fortalece-me segundo Tua palavra.
29 Afasta-me do caminho da falsidade e concede-me, piedosamente, a Tua lei.
30 Escolhi o caminho da fidelidade e ponho ante meus olhos Teus ensinamentos.
31 Apego-me a Teus estatutos, ó Eterno! Não me deixes ficar confundido e envergonhado.
32 Seguirei pelo caminho de Teus mandamentos, quando ampliares a compreensão de meu coração.




HE


33 Ensina-me, ó Eterno, o caminho dos Teus estatutos, e eu o seguirei com fidelidade.
34 Dá-me entendimento para que eu possa guardar Tua Lei e observá-la-ei de todo o meu coração.
35 Faze-me trilhar a vereda de Teus mandamentos, pois isto é o que mais desejo.
36 Inclina meu coração para Teus preceitos, e não para a ganância e à ambição.
37 Desvia meus olhos de contemplarem futilidades e preserva-me em Teus caminhos. 38 Confirma a Teu servo Tua palavra, que é dedicada aos que Te servem.
39 Desvia de mim o opróbrio de que receio, pois misericordiosos são Teus julgamentos.
40 Tenho ansiado por Teus preceitos; preserva-me por Tua justiça.




VAV

41 Que me alcance Tua misericórdia e Tua salvação, conforme a Tua promessa, ó Eterno! 42 Terei então uma resposta aos que me afrontam, pois em Tua palavra confiei.
43 Não emudece de minha boca o pronunciamento da verdade, pois minha esperança depositei em Teus juízos.
44 Por todo o sempre Tua Lei observarei.
45 Andarei por caminhos largos e seguros, pois Teus preceitos busquei.
46 De Teus testemunhos falarei perante reis, e não serei envergonhado.
47 Hei de deleitar-me em Teus mandamentos, pois muito os tenho amado.
48 Estenderei as mãos a Teus mandamentos, que amo, e meditarei sobre Teus estatutos.






ZÁYIN

49 Lembra-Te da palavra que deste a Teu servo, pois através dela me transmitiste esperança.
50 Ela é meu conforto em meio à aflição, pois Tua promessa preserva minha vida.
51 Arrogantes zombaram cruelmente de mim, contudo não me desviei de Tua lei.
52 Lembrei Teus julgamentos desde tempos passados e com isto me senti confortado.
53 Indignação de mim se apodera à vista dos ímpios que renegam Teus preceitos.
54 Teus estatutos têm sido a inspiração de meus cânticos por onde quer que eu peregrine. 55 Mesmo em plena noite lembro Teu Nome, e me mantenho na observância de Tua Lei.
56 Esta alegria é minha porção, por cumprir sempre os Teus preceitos.



CHET

57 O Eterno é minha porção, por isso assumi observar Tuas leis.
58 Do fundo do coração Te implorei: tem piedade de mim, como prometeste.
59 Analisei meus caminhos e voltei os meus passos para a observância de Teus preceitos. 60 Apressei-me, nem por um momento me detive, a fim de cumprir Teus mandamentos.
61 Hordas de ímpios me despojaram, mas de Tua Lei não me olvidei,
62 e, em meio à noite, me levanto para louvar a Ti e Teus julgamentos plenamente justos.
63 Minha amizade se estende a todos que Te temem e aos que guardam Teus preceitos.
64 Plena está a terra de Tua misericórdia; ensina-me para que eu cumpra Teus estatutos.



TET

65 Beneficiaste Teu servo, ó Eterno, conforme Tua promessa.
66 Concedeme discernimento e sabedoria, pois creio plenamente em Teus mandamentos.
67 Antes de estudar Tua Lei, eu andava em erro, mas agora, Tua palavra tenho guardado. 68 Tu és bondoso e benfazejo; ensina-me Teus estatutos.
69 Ímpios forjaram calúnias contra mim, mas em verdade de todo coração guardei Teus preceitos.
70 Seus corações se tornaram insensíveis, como se estivessem revestidos de gordura, mas eu continuo encontrando prazer em Tua lei.
71 Foi benéfica minha aflição, pois me conduziu a aprender Teus estatutos.
72 A lei que enunciaste me é mais preciosa que grandes porções de ouro e prata.



IOD

73 Tuas mãos me formaram e plasmaram; dá-me agora discernimento para estudar Teus mandamentos.
74 Alegrar-se-ão os que Te temem quando me virem, porque saberão que só em Tua palavra deposito minha esperança.
75 Bem sei que justas são Tuas sentenças e que com razão me afligiste.
76 Possa agora a Tua bondade me confortar conforme prometeste a Teu servo.
 77 Que me alcance Tua misericórdia para preservar minha vida, pois em Tua lei está o meu deleite.
78 Sejam confundidos os malévolos que me difamam com calúnias; quanto a mim, continuarei a meditar em Teus preceitos.
79 Que tornem a voltar-se para mim os que Te temem e os que conhecem as Tuas leis.
80 Mantenha-se íntegro meu coração em Teus estatutos, para que eu não seja envergonhado.




CAF 

81  Desfalece a minha alma no anseio por Teu socorro; em Tua palavra deposito minha esperança.
82 Meus olhos se anuviam a esperar por Tua palavra enquanto pergunto: quando me consolarás?
83 Pareço até um odre ressecado pelo fumo, mas Teus estatutos não esqueço.
84  Quantos serão os dias de Teu servo?
 farás justiça a meus perseguidores?
85  Para mim cavaram fossos os malévolos, que não seguem os preceitos da Tua lei.
86  Verdadeiros são todos os Teus mandamentos; só com mentiras me perseguem os inimigos. Dá-me Tua ajuda!
87  Quase me conseguiram destruir, mas Teus preceitos não abandonei.
88  Preserva minha vida conforme Tua misericórdia e guardarei os pronunciamentos de Tua boca.

LAMED

89  O Eterno é nosso Deus e permanente é Sua palavra, que ecoa nos céus.
90  Tua fidelidade é contínua, passando de uma geração a outra. Criaste a terra e todos os astros, e firme é Tua criação.
91  Comportam-se  segundo as leis que para eles estabeleceste, pois Teus servos são todos eles.
92  Se não encontrasse meu deleite em Tua Lei, aflições já me teriam feito perecer.
93   Jamais esquecerei Teus preceitos, pois só através deles minha vida é preservada.
94  A Ti pertenço, salva-me, pois somente eles busco cumprir.
95   Pretendem os malévolos destruir-me, mas em Teus mandamentos me protejo.
96  Há limites para tudo, menos para Tua lei, cuja grandeza é infinita.


MEM

97  Ah! como são por mim amados Teus mandamentos! 98  Eles são permanentemente o tema de minha meditação.
99  Eles me tornam mais sábio que todos os meus inimigos, pois sempre os tenho ante mim. Mais percepção que meus mestres alcancei, pois Teus estatutos vivo a estudar.
100  Por cumpri-los, alcancei mais entendimento que os anciãos.
101 Desviei meus passos dos caminhos que conduzem ao mal, para guardar a Tua palavra.
102   Não me apartei de Teus juízos, pois de Ti os aprendi.



NUN

105 Tua palavra é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o  meu caminho.
106 Jurei, e hei de cumprir, guardar Teus justos decretos.
107 Sinto-me imensamente aflito; preserva minha vida, ó Eterno, conforme  Tua promessa.
108 Aceita favoravelmente as oferendas de meus
lábios e ensina-me Teus juízos.
109 Em constante perigo está minha vida,  mas jamais esqueço Tua lei.
110 Uma armadilha montaram contra mim os  ímpios, mas de Teus preceitos não me afastei.
111 Eles constituem minha eterna herança e são o deleite de meu coração.
112 Dediquei-o a guardar com perfeição Teus estatutos, agora e para todo o sempre.

 

SAMECH
1113 Abomino os homens de coração hesitante, pois à Tua lei dedico
totalmente o meu.
114 És meu refúgio e meu escudo protetor; em Tua palavra deposito minhas esperanças.
115 Apartai-vos de mim, malfeitores,  pois a guardar os mandamentos de meu Deus me dedicarei.
116 Guarda-me, ó Eterno, conforme Tua promessa, e não permita que
seja frustrada minha esperança.
117 Ampara-me e serei salvo, e com Teus estatutos ocupar-me-ei.
 118 Rejeitas os que de Teus ensinamentos se afastam, porque vivem em mentira e falsidade.
119 Purgaste da terra como escória todos os ímpios, por isso amo os Teus decretos.
120 Estremece
meu corpo com temor de Ti, e Teus juízos reverencio
 
AYIN

121  Agi com justiça e integridade; não me abandones na mão de meus opressores.
122 De Teu servo sê fiador, para que lhe alcance o bem; não permitas que malévolos me oprimam.
123  Anuviam-se meus olhos na ânsia por Teu socorro, e por Tua promessa de que Justiça será feita.
124 Dispensa a Teu servo a bondade que Te caracteriza, e ensina-me Tuas leis.
125 Teu servo sou, dá-me pois inteligência para compreender Teus testemunhos.
126 É chegado o tempo da intervenção do Eterno, pois eles infringiram Tua lei.
127  Amo por isso Teus mandamentos, e os valorizo acima do ouro mais puro.
128  Reafirmo a retidão de todos os Teus preceitos e abomino todas as trilhas da falsidade.



PE

 129 Admiráveis são Teus preceitos e por isto os guarda minha alma com  integridade.
130 A exposição de Tuas palavras ilumina os caminhos e traz  inteligência até aos mais ingênuos.
131 Abri minha boca para aspirá-las,  porque por elas anseio.
132 Volta-te para mim e tem piedade de mim,  como fazes com os que amam Teu Nome.
133 Conduz meus passos  por Tua vereda, para que de mim não se apodere iniqüidade alguma.
134 Livra-me da opressão dos homens e me dedicarei a cumprir Teus preceitos.
135 Faze sobre Teu servo resplandecer Teu rosto, e ensina-me Teus estatutos.
136 Derramam meus olhos torrentes de lágrimas por
saber que há homens que não guardam Tua lei.


TSÁDIC 

137 Ó Eterno, Tu és justo, e fidedignos são Teus julgamentos.
138 Plenos de retidão e fidelidade são os mandamentos que ordenaste.
139 Meu zelo por eles me faz sentir revolta contra meus opressores, por terem ignorado Tuas palavras,
140 pois elas são tão puras e o Teu servo as ama.
 141 Mesmo sendo jovem e olhado com desprezo, jamais  esqueci Tua lei.
142 Eterna é Tua justiça e constantes e verdadeiros Teus estatutos.
143 Angústia e aflição me acometeram, mas Teus mandamentos me confortaram.
144 Eterna é a justiça de Tuas prescrições; faze-me
compreendê-las para que proporcionem vida. .



CUF 

 
145 Do fundo do meu coração por Ti clamei;
responde-me, ó Eterno, para que eu consiga guardar Teus estatutos.
146 Invoquei Teu Nome; salva-me para que Teus mandamentos eu cumpra.
147 Levantei-me antes de amanhecer para implorar a Ti, ansiando por Tua palavra.
148 Meus olhos se anteciparam às vigílias da noite para que, sobre Teu mandamento, eu pudesse meditar.
149 Escuta minha voz conforme a Tua bondade; preserva minha vida segundo Teu julgamento.
150 Perseguidores tramando intrigas  de mim se aproximam; distanciados estão de Tua lei.
151 Tu, porém, estás perto de mim, e verdadeiros e justos são todos os Teus mandamentos.
152 De há muito sei que estabeleceste Tuas prescrições, para durarem  pela eternidade afora.


RESH

 153 Vê minha aflição e liberta-me, pois de Tua lei não esqueci.
154 Pleiteia minha causa e traze minha redenção; preserva minha vida conforme  Tua palavra.
155 Longe dos ímpios está a salvação, porque Teus estatutos  não buscam cumprir.
156 Muitas são Tuas mercês, ó Eterno; guarda
minha vida segundo Teus julgamentos.
157 Embora muitos fossem meus  opressores e perseguidores, não me desviei de Teus testemunhos.
158 Enfrentei os traidores que encontrei em meu caminho, porque a Tua  palavra não observavam.
159 Vê como amo Teus preceitos, ó Eterno, e
mantém minha vida conforme Tua misericórdia.
160 Verdadeira é Tua  palavra e eternos Teus juízos.

SHIN

161  Sem motivo  me perseguiram príncipes, mas meu coração temeu
somente afastar-se de Tua palavra. 162 Com ela me alegro, como aquele
que acha um tesouro. 163 Rejeito e abomino a falsidade, e amo imensamente
Tua lei. 164 Sete vezes ao dia Te dirijo meu louvor, pela retidão
de Teus julgamentos. 165 Completa é a paz dos que amam Tua lei, e não
há para eles obstáculo intransponível. 166 Espero por Tua salvação, ó
Eterno, e Teus mandamentos tenho cumprido. 167 Guarda minha alma
Teus mandamentos e lhes dedica muito amor. 168 Tenho observado Tuas
ordens e Teus testemunhos, pois perante Ti trilho meus caminhos 

TAV

Que chegue a Ti minha súplica; resgata-me conforme Tua promessa. De meus lábios transbordarão louvores, quando me ensinares Teus estatutos. Minha língua proclamará Teu pronunciamento, pois justos são todos os Teus preceitos. Que por tê-los escolhido,esteja pronta Tua mão para me amparar. Anseio por Tua salvação, ó Eterno, e em Tua lei está todo o meu prazer. Que viva a minha alma para louvar-Te, e que me dêem assistência Teus juízos. Como uma ovelha perdida estive desgarrado; busca Teu servo, ó Eterno,porque Teus mandamentos jamais esqueci.

O que é o Chevra Kadisha 


O que é o Yzkor

Chevra kadisha (do aramaico חברה קדישא "sociedade sagrada") é o nome conferido ao grupo religioso de homens e mulheres judeus  que se dedicam a executar as preparações dos corpos dos mortos de acordo com a halachá.

A lei mosaica orienta para todos os eventos do ciclo de vida. Não poderia ser diferente na morte, quando preceitos religiosos impregnam o fato com um significado espiritual  a fim de proteger a dignidade da pessoa falecida.

Da preparação ao funeral, o falecido é confiado à  Chevra Kadisha. 




Yizkor é uma cerimônia relembrando todos os falecidos durante um serviço comunal na sinagoga, realizada  quatro vezes por ano: em Yom Kippur , Pessach , Shavuót e Sucót , com a recitação de orações tradicionais e especialmente do Salmo 119 

O serviço Yizkor foi instituído para que o judeu pudesse prestar homenagem aos seus antepassados e relembrar o vínculo do povo judeu.  Este serviço está baseado num princípio vital da vida judaica, que motiva e anima a recitação do Cadish.  Os judeus praticam   o Kibud há met, respeito
aos mortos, baseados  na firme crença de que os vivos, por meios de atos de piedade e bondade, podem redimir os mortos. O filho pode levar honra ao pai. O "mérito dos filhos" pode refletir o valor dos pais, segundo o Talmud. 

O Cadish é uma oração de louvor a D'us que enaltece Seu nome e é recitado no lugar da(s) pessoa(s) falecida(s) que não pode(m) mais louvar a D'us,  geralmente pelos  filhos homens m nome de seuse pais.  No Talmud esta prece é considerada de grande valor. Na tradição judaica, quando recitada,  D'us meneia Sua cabeça com satisfação.  A primeira referência ao Cadish como uma oração dos enlutados se encontra no livro Or Zarua, escrito no século XIII pelo Rabino Isaac Ben Moses de Viena. 

Existem quatro variantes do Cadish 

  •  o  dos rabinos (Cadish de'Rabanan)  
  •  o dos enlutados (Cadish Yatom) 
  • o meio-cadish (Chatzi Cadish)  
  • uma forma abreviada recitada no final de cada parte do serviço
  •  "Grande Cadish" (Cadish Shalem), recitado ao término do serviço religioso