Brava Gente Brasileira

Genealogia no Brasil   |   bravagentebrasileira.genea@gmail.com

Mapa do Site: navegação

Foto da família em toalhas!

Tenha um jogo de toalhas totalmente personalizado com a foto da sua família!   Você pode mandar imprimir  uma foto da família recente e/ou de seus ancestrais. Pode ter uma toalha com a foto de cada um de casa. O que você quiser!  Enxugarte

12 razões para genealogizar

  1. Validar  histórias de família — determinar se as histórias de família sobre os seus ancestrais são verdadeiras.
  2. Compreender um fato da História  — obter melhor compreensão do envolvimento de um ancestral em um fato histórico.
  3. Explorar a contribuição das famílias à construção do País — pesquisar a resiliência das famílias que sobreviveram às vicissitudes de guerra, imigração, pobreza ou escravidão; estudar o sucesso na integração além das fronteiras raciais ou nacionais; investigar conquistas empreendedoras: comerciais, agrícolas, educacionais, industriais etc.
                                                    Leia mais 

Aviso Importante

Os editores deste website não fazem pesquisa genealógica para terceiros. Mas têm muito prazer em compartilhar o que aprenderam ao longo de suas pesquisas dentro e fora da Internet. Daí a razão deste site!



Voltar a Home Page

O que é Genealogia?

Genealogia é o ramo da História que se dedica ao estudo das famílias, à sua origem, dinâmica e evolução, descrevendo a sucessão de gerações, em sentido ascendente ou descendente. Sempre que possível, o estudo traça os dados vitais e  as biografias dos seus membros. Portanto, Genealogia estuda a história das famílias.

Embora seja ciência auxiliar da História,  sua importância reside na descrição de indivíduos, independentemente de suas relevâncias.  Isso porque todos esses indivíduos construíram suas vidas inseridos na sociedade a que pertenciam e vivenciando a mentalidade de suas épocas.   


O que não é Genealogia............

Genealogia, enquanto estudo social,  não é investigação genética, não é ensaio de proselitismo religioso, não é descrição de mitos e não é foco
de arbitragem moral. É História das Famílias... 

Saiba mais 

Álbum de Família

Compartilhe e Interaja

     

Site premiado


Oportunidade


 *   *   *   




Dicas de Ocasião

Início >  Sua Pesquisa > Como Pesquisar num Centro de História da Família (CHF)  da igreja mórmon 

O que é CHF? 

Por Regina Cascão, Ari Salomão Thomaz  e
Maria Fernanda Guimarães

texto de 2004  

Como pesquisar num CHF? 


por Regina Cascão  (Niterói) , RJ
Eduardo Antunes de Paiva, (Brasília, DF)

texto de 2004  



A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Último Dias (também conhecida pela sigla em inglês LDS — Latter-day Saints ou por Igreja Mórmon), por conta de alguns de seus preceitos, possui dados sobre gente e família de todo o mundo. Numa caverna climatizada em Salt Lake , cidade do estado americano de Utah, estão microfilmes de diversos livros e documentos (livros de batismos, de casamentos, de óbitos, censos, documentação de cartórios, etc) do mundo todo.

A sigla LDS é traduzida ao português para SUD — Santos dos Últimos Dias. Portanto, LDS e SUD são a mesma coisa.

Todos os locais onde as autoridades detentoras desses documentos deram permissão, os documentos foram microfilmados. Esses microfilmes estão disponíveis para consulta por qualquer pessoa, não apenas a membros da Igreja, nos Centros de História da Família -- CHF que muitas capelas mórmons possuem. 

COMO DESCOBRIR O MICROFILME 
QUE LHE INTERESSA 


Outra grande ajuda aos genealogistas proporcionada pela LDS (que agora vc já sabe o que é...) é prestada por meio do site mantido por ela: o FamilySearch

Neste site, você pode baixar de um programa gratuito para organizar seus dados: o PAF —Personal Ancestral File— que é freeware, quer dizer, você pode baixar e usar sem precisar pagar pelo uso. Em suma, é gratuito. Além do PAF, você você tem vários instrumentos de pesquisa neste site. (*) 

Você pode, por exemplo, pesquisar a existência de registros de pessoas com o mesmo sobrenome, que lá estarão especificamente porque remetidos por algum membro da Igreja, de acordo com aqueles preceitos que foram citados lá no começo desta conversa. Há ainda alguns registros (poucos do Brasil, mas existem) que têm como base os microfilmes que eles andaram fazendo pelo mundo.

De qualquer forma, é sempre um bom ponto de partida para a sua pesquisa.

Claro que seria um golpe de sorte você encontrar o seu bisavô lá relacionado. Mas o site serve especialmente para você obter o número do microfilme no qual estão gravados os dados da cidade Tal, em Tal país.


Portanto, você também pode buscar a cidade, o local, a época que lhe interessa, navegando conforme as instruções simples do próprio site. E, se estiver microfilmado, você obterá o número do microfilme.  


SABENDO O NÚMERO DO MICROFILME,  
EU FAÇO O QUÊ COM ISSO? 


Você já tem meio caminho andado. Com o número do microfilme, Você procura uma capela LDS/SUD que possua CHF -- viu como Você está ficando craque com essas siglas? -- e lá poderá pedir o microfilme que lhe interessa.

Não adianta ficar no escarafunchando o site porque a base de dados dos microfilmes NÃO estão disponíveis via Internet. Também não adianta ficar entrando nas Listas de Discussão de Genealogia para perguntar aos colisteiros em que lugar do site estão as certidões de casamento, nascimento, óbito etc.

Você só conseguirá fazer essa pesquisa num CHF mais próximo da sua casa.

No Brasil, os microfilmes são distrubuídos a partir de S. Paulo, que possui cópias de grande parte dos microfilmes de Utah. Se o microfilme for de outro País, poderá demorar até 3 meses para chegar aqui. Tenha paciência. Genealogia é um exercício permanente de paciência e perseverança.

Ao chegarem os microfilmes que você solicitou, a bibliotecária do CHF vai lhe telefonar. Então, você será comparecerá ao CHF para examiná-los nas máquinas leitoras de microfilme que lá existem.

Em outras palavras: você vai ver a cópia exata do registro de um batismo, por exemplo, como se estivesse folheando o livro. Você tem dois meses para usar o microfilme, renovável por mais dois meses. Após esse tempo, o microfilme retorna à centralizadora. Lembre-se apenas que cada CHF tem seus dia e horário de funcionamento próprios, porque as pessoas que lá atuam são membros voluntários.  

Escolha o CHF mais perto de sua casa e ... boa caça!

Como procurar  
dados de antepassados

Digamos que você saiba o local de nascimento de um antepassado e quer verificar se este local foi microfilmado pela LDS. Veja como fazer isto:


1. PARA PROCURAR UM LOCAL   http://www.familysearch.org/Eng/Library/FHLC/frameset_fhlc.asp
A. clique "PLACE SEARCH" (Pesquisa de Local)  


B. onde aparecer um campo PLACE (Local) para preencher, coloque a cidade que você quer.
Sempre incluir o nome da cidade, e não do cartório ou da paróquia. Clique "SEARCH" (Pesquisar). Só preencha "PART OF (OPTIONAL)" [Parte de(Opcional)] se a cidade que você porcura existir em mais de um país.
Ex: Santiago - que pode ser na Espanha ou no Chile. Preencha o campo com o País que você quer: Chile. Não esqueça de sempre clicar "SEARCH" (Pesquisar)



C.  Se você estiver pesquisando Araxá, por exemplo, obterá 2 resultados: Brazil, Minas Gerais, Araxá Brazil, São Paulo, Araxás. Clique então na cidade que você deseja.



D. Surgem os microfilmes disponibilizados, em "TOPICS" (Tópicos): "CHURCH RECORDS" (Registros Paroquiais) "CIVIL REGISTRATION" (Registros Civis)


E. Vá sempre detalhando mais sua pesquisa:
Ex. de Araxá-MG: - (Church Records) > "Registros Paroquiais 1847-1926 Igreja Católica Nossa Senhora das Dores - Santa Juliana".


F - Seguindo o exemplo de Araxá, clicando em "Registros Paroquiais", você terá: - "Title" (Título: do tipo de registro), - "Authors" (Autores: quem disponibilizou os livros do registro), - "Notes" (Notas: informações sobre o microfilme), - "Subjects" (Assuntos), - "Format" (Formato), - "Language" (Idioma), - "Publication" (Publicação: quando foi microfilmado) - "Physical" (Físico: quantidade e tipo do microfilme)


G - Clicando em "VIEW FILM NOTES" (Ver Notas Sobre os Microfilmes), você terá: - "Note" = tipos de registros paroquiais (batismo, casamento e óbito) por período de anos - "LOCATION FILM" (Local do Microfilme) o número do respectivo microfilme (número de 7 dígitos após VAULT INTL).


Obs: Proceder do mesmo modo para os Registros Civis.



2. O QUE FAZER COM O NÚMERO DO MICROFILME ?  
  • Dirija-se a qualquer templo mórmon do país, onde funcione um CHF  (Centro de História da Família)   


  • Solicite  o envio do microfilme para fins de pesquisa. 


  • Pague a taxa pequenina de utilização do filme e do equipamento (é mínima mesmo).  


  • Quando ele chegar, você será avisado e poderá iniciar sua " caça" - os filmes podem ficar disponíveis para nós por 60 dias, prorrogáveis uma vez por igual período. 




(*) Atualização do texto: 2014
Atualmente, você só baixa o PAF via Softonic ou CNET. Recomendamos veementemente baixar pelo CNET, pois esse serviço é gratuito, não tem propagandas nem entope seu computador com barra de ferramentas,  navegadores, buscadores
ou  programas indesejáveis.