Brava Gente Brasileira

Genealogia no Brasil   |   bravagentebrasileira.genea@gmail.com

Mapa do Site: navegação

Foto da família em toalhas!

Tenha um jogo de toalhas totalmente personalizado com a foto da sua família!   Você pode mandar imprimir  uma foto da família recente e/ou de seus ancestrais. Pode ter uma toalha com a foto de cada um de casa. O que você quiser!  Enxugarte

12 razões para genealogizar

  1. Validar  histórias de família — determinar se as histórias de família sobre os seus ancestrais são verdadeiras.
  2. Compreender um fato da História  — obter melhor compreensão do envolvimento de um ancestral em um fato histórico.
  3. Explorar a contribuição das famílias à construção do País — pesquisar a resiliência das famílias que sobreviveram às vicissitudes de guerra, imigração, pobreza ou escravidão; estudar o sucesso na integração além das fronteiras raciais ou nacionais; investigar conquistas empreendedoras: comerciais, agrícolas, educacionais, industriais etc.
                                                    Leia mais 

Aviso Importante

Os editores deste website não fazem pesquisa genealógica para terceiros. Mas têm muito prazer em compartilhar o que aprenderam ao longo de suas pesquisas dentro e fora da Internet. Daí a razão deste site!



Voltar a Home Page

O que é Genealogia?

Genealogia é o ramo da História que se dedica ao estudo das famílias, à sua origem, dinâmica e evolução, descrevendo a sucessão de gerações, em sentido ascendente ou descendente. Sempre que possível, o estudo traça os dados vitais e  as biografias dos seus membros. Portanto, Genealogia estuda a história das famílias.

Embora seja ciência auxiliar da História,  sua importância reside na descrição de indivíduos, independentemente de suas relevâncias.  Isso porque todos esses indivíduos construíram suas vidas inseridos na sociedade a que pertenciam e vivenciando a mentalidade de suas épocas.   


O que não é Genealogia............

Genealogia, enquanto estudo social,  não é investigação genética, não é ensaio de proselitismo religioso, não é descrição de mitos e não é foco
de arbitragem moral. É História das Famílias... 

Saiba mais 

Álbum de Família

Compartilhe e Interaja

     

Site premiado


Oportunidade


 *   *   *   




Dicas de Ocasião

Início >  Links > Mudar de Nome é Possível 

Mudar de nome — ou de sobrenome/ apelido de família —  é mesmo posível. Aliás, todo cidadão, a completar 18 anos tem o direiro de mudar de nome, se assim o desejar. E esse direito é mais rapidamente analisado pelo Juízo se o cidadão fizer isso nos primeiros 30 dias após fazer 18 anos. 

Confira alguns links para o assunto. 

Advogado aponta 17 razões
para mudar nome ou sobrenome

Situações  previstas em  
lei para troca de nomes

Conhecido como "o advogado da mudança de nomes", tantas são as ações dele neste tema, o advogado Herbert Turbuk cita as razões possíveis 

   A lei prevê a mudança de nomes por diversas razões. O Código Civil Brasileiro de 2002 tratou do assunto. Um resumo das situações previstas está listado aqui. 

  1. Alteração de Nomes Constrangedores
  2. Alteração de Prenomes Constrangedores
  3. Alteração de Sobrenomes Constrangedores
  4. Alteração de Nomes Ambíguos e Unissex
  5. Redução de Sobrenomes Muito Extensos
  6. Mudança de Nome e Sexo de Transexuais
  7. Mudança de Nome Homônimo ou Comum
  8. Mudança de Nome e Sobrenome de Criança
  9. Inclusão de Sobrenomes em União Estável
  10. Inclusão de Sobrenomes de Bisavô Falecido
  11. Inclusão de Sobrenome para Dupla Cidadania
  12. Inclusão de Sobrenome de Padrasto e Madrasta
  13. Inclusão de Apelido Público e Notório ao Nome
  14. Inclusão ou Exclusão do Sobrenome do Cônjuge
  15. Exclusão das Partículas de Ligação: Da, Dos, De, Das 
  16. Transposição da Ordem dos Nomes e Sobrenomes
  17. Transliteração de Sobrenome Estrangeiro:  Abrasileirado/ Aportuguesado 

  • Homonímia (especialmente quando o nome + sobrenome formam um conjunto muito comum, que atrapalha a vida do cidadão.)  O mais fácil é acrescentar outros sobrenomes de pais e avós que aparecem na certidão de nascimento.  
  • Erro de Grafia  (nomes próprios e de família)
  • Pseudo-estrangeiros (todo Maicon, Uoxinton ou Cheron pode pedir na Justiça o direito de escrever o nome em outra língua. Maicon vira Michael, Uoxinton vira Washington, Cheron volta a ser Sharon — ou outro nome que o cidadão desejar. 
  • Exposição ao ridículo (situação de bullying escolar, inclusive)
  • Vítimas e testemunhas (Programa de proteção às Vítimas e Testemunhas)
  • Mudança de sexo
  • Substituição ou inserção e apelidos/apodos notórios: não precisa ser político ou artista para inserir seu apelido no nome completo.