Brava Gente Brasileira

Genealogia no Brasil   |   bravagentebrasileira.genea@gmail.com

Mapa do Site: navegação

Foto da família em toalhas!

Tenha um jogo de toalhas totalmente personalizado com a foto da sua família!   Você pode mandar imprimir  uma foto da família recente e/ou de seus ancestrais. Pode ter uma toalha com a foto de cada um de casa. O que você quiser!  Enxugarte

12 razões para genealogizar

  1. Validar  histórias de família — determinar se as histórias de família sobre os seus ancestrais são verdadeiras.
  2. Compreender um fato da História  — obter melhor compreensão do envolvimento de um ancestral em um fato histórico.
  3. Explorar a contribuição das famílias à construção do País — pesquisar a resiliência das famílias que sobreviveram às vicissitudes de guerra, imigração, pobreza ou escravidão; estudar o sucesso na integração além das fronteiras raciais ou nacionais; investigar conquistas empreendedoras: comerciais, agrícolas, educacionais, industriais etc.
                                                    Leia mais 

Aviso Importante

Os editores deste website não fazem pesquisa genealógica para terceiros. Mas têm muito prazer em compartilhar o que aprenderam ao longo de suas pesquisas dentro e fora da Internet. Daí a razão deste site!



Voltar a Home Page

O que é Genealogia?

Genealogia é o ramo da História que se dedica ao estudo das famílias, à sua origem, dinâmica e evolução, descrevendo a sucessão de gerações, em sentido ascendente ou descendente. Sempre que possível, o estudo traça os dados vitais e  as biografias dos seus membros. Portanto, Genealogia estuda a história das famílias.

Embora seja ciência auxiliar da História,  sua importância reside na descrição de indivíduos, independentemente de suas relevâncias.  Isso porque todos esses indivíduos construíram suas vidas inseridos na sociedade a que pertenciam e vivenciando a mentalidade de suas épocas.   


O que não é Genealogia............

Genealogia, enquanto estudo social,  não é investigação genética, não é ensaio de proselitismo religioso, não é descrição de mitos e não é foco
de arbitragem moral. É História das Famílias... 

Saiba mais 

Álbum de Família

Compartilhe e Interaja

     

Site premiado


Oportunidade


 *   *   *   




Dicas de Ocasião

Início >  Brava Gente Brasileira (o hino) > Para entender o Hino à Independência

Descubra o significado de algumas palavras do Hino da Independência

Como muitas poesias do século XIX, o Hino da Independência (e a maioria dos hinos) foi composto com uma figura de linguagem chamada hiperbato: inversão da ordem direta dos termos da oração. Assim, o sujeito muitas vezes fica no fim da oração e a gente acaba se atrapalhando no significado da poesia.


Para compreender bem poema do Hino à Independência,  abaixo ta bale-aglossário, ele está na ordem direta. Também fizemos uma "tradução" bem atual de alguns versos, com expressões do momento. 

Palavra

Significado no contexto

mãe gentil 

a pátria; no caso, o Brasil independente e soberano

temor

medo imenso, pânico

servil 

 subserviente, próprio de um servo;  no caso, uma posição desprezível

grilhões  

correntes com argolas que prendiam os escravos pelos pés (se as algemas prendem as mãos e os braços, os grilhões prendem os pés e as pernas) 
por extensão, significa prisão, amarras

 

hostil

inimiga, agressiva, contrária

perfídia 

 traição, falsidade, deslealdade

forjar

modelar o ferro e, por extensão,  criar, impor, manipular

astuto 

 astucioso, espertalhão, velhaco, enganador   

ardil 

 estratagema, artimanha; no caso, uma   armadilha ou arapuca (no sentido figurado),

zombar 

 escarnecer, fazer troça,  gozar a cara de  alguém. “trolar”

ímpias 

 impuras; no caso tem o sentido de  desumanas, cruéis, opressoras

falanges 

 tropas, soldados, ou multidão

hostil 

 inimigo, contrário

garbo 

 brio, elegância, distinção

varonil 

 forte, viril, potente

 


Letra Original 

Ordem Direta 

Alguns trechos em
linguajar atual 

I

Já podeis da Pátria, filhos,

Ver contente a mãe gentil;

Já raiou a liberdade

Já raiou a liberdade

No horizonte do Brasil

Já raiou a liberdade,

Já raiou a liberdade

no horizonte do Brasil!



Coro:

Brava gente, brasileira,

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil!

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil! 



Os grilhões que nos forjava  

Da perfídia, astuto ardil, 

Houve mão mais poderosa, 

Zombou deles o Brasil...

Houve mão mais poderosa  

Houve mão mais poderosa  

Zombou deles o Brasil..




Não temais ímpias falanges

Que apresentem, face hostil;

Vossos peitos, vossos braços

São muralhas do Brasil;

Vossos peitos, vossos braços

Vossos peitos, vossos braços

São muralhas do Brasil.


Parabéns, oh brasileiros!

Já com garbo varonil,(*) 

Do universo, entre as nações

Resplandece a do Brasil;

Do universo entre as nações

Do universo entre as nações

Resplandece a do Brasil.






I

Brasileiros (filhos da Pátria),
 
vós já podeis

Ver a mãe gentil (Pátria) contente, 

(pois)  A liberdade já raiou

No horizonte do Brasil.







Brava gente brasileira, 

Que vá para bem longe

o temor servil 

Ou a Pátria fica livre,

Ou se morre pelo Brasil.



A mão poderosa
(a vontade do povo brasileiro)

zombou  dos grilhões 

de uma perfídia (traição)

a qual  forjava uma armadilha
(para o povo brasileiro)








Não temais falanges ímpias

Que apresentam face hostil:

Vossos peitos, vossos braços

São muralhas do Brasil.








Parabéns, ó brasileiros!

Com garbo juvenil,

A nação do Brasil já resplandece

Entre as (nações) do universo.













Corajosa gente brasileira, 

Que vá para bem longe 

O pânico do servilismo

Ou a Pátria fica livre 

Ou  a  gente morre pelo Brasil 





Uma armação feita com

uma arapuca enganadora

Acabou por ser “trolada” 

Pela poderosa mão dos brasileiros